Lojas das amigas de Margaret

Presta atenção no que vou escrever porque é bem legal.

Não sei se você sabe mas eu tenho um grupo no face chamado Amigas de Margaret. É um grupo de paz, união e amizade. Lá todo mundo escuta (lê), consola, faz amizades. Este grupo é divinamente administrado por Claudia de Paula. Eu fico apenas nos bastidores olhando tudo.

Bem, e ai que nesse grupo várias amigas tem loja na Divitae. São amigas que se orgulham de fazer parte da Divitae, que divulgam, que vestem a camisa, que indicam e ai fiquei pensando como poderia retribuir isso.

Ontem eu fiz a seguinte pergunta lá no grupo:

Captura de Tela 2014-09-25 às 16.23.41

Para as pessoas que responderam a pergunta 1 e colocaram o link da loja, ganharam de presente uma divulgação permanente aqui no meu blog. E diga-se de passagem que de fraco meu blog não tem nada.

menu

Esta divulgação vai ficar no menu, em Parceiros conforme mostra a seta na imagem acima.
Pra quem quiser ver logo, CLICA AQUI, e enquanto abre em outra página tu vai terminando de ler o post.

Para as que responderam a pergunta 2 eu vou dar um incentivo. Mas isso é segredo e vou contar só lá no grupo.

Bem, algumas pessoas responderam que morrem de vontade de ter loja mas tem medo de não dar certo, tem medo de não conseguir dar conta, tem medo de não saber. E eu quero deixar aqui, publicamente, um recadinho para essas pessoas e todas as pessoas que pensam desta forma.

Seguinte: Na vida só dá certo aquilo que a gente se dispõe a fazer. E mesmo a gente fazendo com garra, com vontade e com determinação, nem sempre é fácil. Sempre teremos dificuldades e obstáculos. Cabe a nós, seguir em frente ou desistir. Cabe a nós lutar por aquilo que queremos ou dizer que não dá certo porque é dificil, porque é trabalhoso ou qualquer outra desculpa.

No meu trabalho eu tenho todos os dias dificuldades. Não pensem que pra mim é um mar de rosas. Mas é o que eu gosto de fazer e é o que eu acredito. Então eu penso positivamente e luto dia após dia pela realização do meu sonho.

A vida é curta e não sabemos até quando vamos viver. E além disso eu não gosto de me arrepender por algo que não fiz, seja por medo ou qualquer outro motivo. Eu prefiro enfrentar, correr os riscos e se algum dia, algo não der certo eu terei o orgulho de dizer que tentei , que lutei e que batalhei até o último instante pelo meu sonho.

Então pensem nisso meninas medrosas. E pensem que na Divitae vocês tem uma equipe maravilhosa que ajuda no que precisar. E não é blá blá blá nao… é a mais pura verdade e você pode conferir com qualquer pessoa que tenha loja.

Bem…quem quiser fazer parte do grupo precisa entrar em contato comigo porque é um grupo ultra secreto. Mas só aceitamos quem vier com paz e amor no coração.

banner-aumenta-sua-renda

A gata parida

Eu não gosto de gatos. Gosto de cachorros.
Na minha opinião gatos se apegam a casa. Mas é minha opinião tá?

Bem…vejam o que aconteceu comigo…

gata-no-edredom Este edredom é o meu preferido. É o que mais uso na minha cama e coloquei ele no chao da lavanderia para lavar e ai acordo no dia 11 de setembro, com uma gata parida no meio do edredom. Desespero me definia quando vi a cena.gata1 Eu achei porque Jujuba e Brad não paravam de latir. E ai ela saiu correndo terminando de parir um dos gatinhos e se mandou na lapa do mundo (já ouviram esta expressão?). Eu não gosto de gatos mas tenho coração ne? Ai parei minha vida e lá vai eu cuidar de 3 gatinhos esfomeados e miadores. Tudo isso com Jujuba e Brad me observando e desesperados de curiosos com a novidade. Algo que miava mas que não irritava eles.gata2 Liguei pra meio mundo e Patricia e Andreia me ajudaram a pensar. Então resolvemos alimentar os bichanos já que a mãe nada de aparecer. Comecei dando leite de vaca desnatado diluido em agua. Cada vez que dava o leite,  passava um algodao molhando no bumbum para eles fazerem xixi.

Depois achei melhor comprar um leite de bebê e comprei uma lata de Nan. Sim, eu sei que existem leites especificos para gatinhos mas é o que tinha pro momento. E eu dava o leite de seringa.gata3 E ai na madrugada  dona gata voltou. Toda desconfiada. Protegi a entrada da lavanderia pra Jujuba e Brad nao ficar aterrorizando.gata4 Fiz uma caixinha protegida e ela ficava lá dentro cuidando dos filhotes. Mesmo assim um morreu uns 3 dias depois.gatinhos5 Comprei ração, coloquei agua e aos poucos ela foi acostumando. A gente já podia entrar la, colocar a comida, trocar a agua e ela ficava só observando e não mais fugia.gatinhos6Com uma semana os gatinhos estavam assim,  ficando bonitinhos e eu já estava um pouquinho gostando deles. Já pensando pra quem ia dar quando tivesse maior, vendo onde iria castrar dona gata.

E ai que na sexta dia 19, dona gata pegou um filhote de se mandou de novo pra lapa do mundo. Fiquei esperando ela pegar o outro pra ver pra onde ia, mas ela foi esperta e, enquanto fui ao banheiro, ela chegou e carregou o outro.

Agora imagine a cena:
Eu debruçada no muro, vejo uma moça na rua e grito: Ei moça, tu viu se uma gata passou aqui com um gatinho na boca?
Ela disse que sim e que entrou na casa vermelha. Eu saio daqui, entro na tal casa vermelha lá na outra quadra (os donos so estão la alguns finais de semana) dou uma geral na casa a procura da gata e nem sinal. Desisti e voltei pra casa.

Mas deixei a ração la e a agua mas ela nao veio comer. Então imagino que pro lugar que ela foi devia ter agua e comida.

Hoje to aqui trabalhando e quando olho pro muro, quem ta la me olhando? A gata mal agradecida. Peguei a maquina pra tirar uma foto da pose dela me olhando e sabe o que ela fez? Se picou na lapa do mundo.

E assim encerra-se minha historia com gatos. Nunca mais deixo edredom no chao e nem qualquer coisa que gatos possam achar parecidos com maternidade.